Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PENA DO POETA

Em versos de candura
A musa fica tão bela
Enquanto eu faço pintura
No intimo de sua tela

Minha pena vai entrando
E saindo do seu tinteiro
A tinta vai se derramando
Pintando seu corpo inteiro
(Edson dos Santos)
Enviado por (Edson dos Santos) em 24/09/2012
Código do texto: T3898784
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
(Edson dos Santos)
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
667 textos (25667 leituras)
35 áudios (1980 audições)
3 e-livros (231 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 23:07)
(Edson dos Santos)