Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tod’espera desespera

~°^~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Quanta sofreguidão é esperar
Submeter-se a doce imaginação
De um não sossegar no coração
Na alma não encontrar bem-estar.

O tempo se torna eterno infinito
De labirintos perdidos no desejar
Acontecimentos nus pra se aguardar
Numa inquietação de levado menino

Pequenino se torna o meu acalmar
Por que esperar não tão fácil assim?
É um martírio, agonia quase sem fim
A presença se quer rápido encontrar.

Inquietante é meu constante pensar
Na expectativa de tudo logo acontecer
Do superar depressa chegar e aparecer
Pra que eu não tenha que me desesperar.


~°^~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~





Patrícia Ximenes
Enviado por Patrícia Ximenes em 19/07/2010
Código do texto: T2387979
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Patrícia Ximenes
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil
272 textos (9774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 20:05)
Patrícia Ximenes