Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Funesta poesia *(EJ)

Nas páginas amarelecidas
Da funesta poesia,
Saudades choradas...
Outrora olores d'rosas
Hoje lânguidas sem vida,
Repousam ao som
Do intempestivo vento
Na alma cansada
De um transeunte poeta
Que faz de suas rimas
Arrimo pra alma...
         

            **
Interação poeta Jacó Filho
"O versos que me confortam,
Já correm em minhas veias.
Quando a mente tateia,
É que a rimas se soltam..."
Enne J
Enviado por Enne J em 13/07/2019
Reeditado em 18/07/2019
Código do texto: T6695015
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Enne J
Jacareí - São Paulo - Brasil
271 textos (5517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/19 00:16)
Enne J