Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia de Caveirão


Eu saí pra comprar livro
E quando voltei eu vi a morte
A má sorte de quem saiu
E foi comprar pão

Eu saí pra comprar  livro
E quando voltei eu vi a morte
A má sorte do barbeiro
Que afiava as mãos

Eu saí pra comprar livro
E quando voltei eu vi a morte
A má sorte dos meus sonhos
E da minha inspiração

A vida deveria ser como um livro de ficção
O menino estaria a vender pipocas
Ao final do dia, varreria-se a barbearia
E no espaço literário, eu cantaria
Ed Ramos
Enviado por Ed Ramos em 09/09/2019
Código do texto: T6741196
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ed Ramos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 60 anos
424 textos (5172 leituras)
22 áudios (1038 audições)
5 e-livros (888 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 20:31)
Ed Ramos

Site do Escritor