Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vidas esquecidas

E o nome era esse, era aquele, era outro
Caminhava, um caminho insano, meio torto
Buscava um tecido de linho, mas estava roto
Queria o novo, o único, mas já estava pronto

Assim sentou no meio fio, chorou, prosseguiu
Guardou os sonhos no bolso, pra ninguém ver
Encontrou umas moedas, juntou, comprou pão
Na verdade ilusão que precisava para sobreviver

Sentou outra vez, sob o céu azul de fevereiro
Comeu vagarosamente, cuidando das migalhas
Pão seco o engasgou, bebericou suas lágrimas
Perdeu a fala, e num papel compôs as rimas

Era só mais um nome, João, José ou Paulo
Poderia ser Maria, Laura ou quem sabe Saulo
Só mais uma história, sem nome,  e sem face
Passando sem graça, mas sem nenhum disfarce...
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 13/02/2015
Código do texto: T5136172
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1478 textos (46431 leituras)
4 áudios (218 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/08/20 08:09)
Meri Viero