Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quarto Vazio

Naquele quarto, tinha na lateral direita uma cama amarrotada
Com dois amarelados travesseiros e uma coberta avermelhada.
Naquele quarto, tinha também uma mesa com mantimento
Entre duas cadeiras direcionadas ao local de adormecimento.

Na parede, tinham quadros, roupas,
Uma janela, toalhas e toucas.
Eu vivia naquele quarto.
Aquele era o meu espaço.

Agora que eu parti,
Como está tudo por aí?
Será que meu quarto esvaziou?
Será que numa cozinha virou?

Quando ali dormia,
Idiotamente sentia
Que ia sempre ser o meu quarto
E o meu reservado espaço.

A vida é repleta de idas e vindas
E de mudanças de planos e rotinas
Pelo movimento ser sua característica
Já que é de modo contínuo que a vida é gerida.

Para que a surpresa não te pegue desprevenido,
Compreenda que a mudança é possível em seu caminho.
Viva com os olhos abertos!
O futuro do que vê é incerto!

Como nada é cristalizado,
O seu quarto, que está sendo por você agora utilizado,
Pode se tornar um quarto vazio no futuro
E não vai ter nada que você possa fazer para mudar isso nesse mundo.

Se apegar a bens materiais, situações e até pessoas
É negar a possibilidade de mudança das coisas.
Não lamente! Apenas aceite!
E viva cada momento presente mais consciente…

Referência: Poesia inspirada na pintura famosa do holandês Van Gogh que ele fez de seu próprio quarto. Eu amo essa pintura!
Beatriz Nahas
Enviado por Beatriz Nahas em 15/03/2019
Reeditado em 15/03/2019
Código do texto: T6598318
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beatriz Nahas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 22 anos
108 textos (11719 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/05/19 20:23)
Beatriz Nahas