Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Motoqueiro urbano

Dia a dia rotineiro, é preciso labutar.
Acordar, levantar cedo; mais um dia a despertar.
Companheira, “Tribalesca”, me acompanha na jornada.
Entre carros, corredores, dando várias buzinadas.
Maluquice? Que perigo! O sangue está a ferver.
Muito atento, confiante, e Deus sempre a proteger.
Chego ralo e quando saio, logo entra a escuridão.
Luzes, trânsito, poluição sonora, agito: uma grande confusão.
Adrenalina na estrada, entre dribles e o molejo, faz vibrar meu coração.
Vou seguindo o trem da pista na esperança de chegar.
Com saúde e inteiro no aconchego do meu lar.
Guarde Paios motoqueiros que trilham e suam na luta pelo pão.
Abençoa-nos em nossas pelejas; guarde-nos, em tuas mãos.
                                    (MC, 8/7/13)
M cristian
Enviado por M cristian em 22/03/2016
Código do texto: T5581575
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
M cristian
São Miguel de Touros - Rio Grande do Norte - Brasil, 51 anos
7 textos (101 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 03:03)
M cristian