Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INAPTIDÃO


Quem sou eu, magérrimo, para
ousar trocar carícias com Erato?
Quem sou eu, pobre desesperança,
para ousar rodopiar com Terpsícore?

Pura heresia este mísero ruído,
quase imperceptível; comparado à Hesíodo.
Mas ainda restando um fio de voz, direi.
Darei casa limpa para o ingresso das musas.

Pois se de mim tem de ser acrescentado algo,
mesmo abjeto, aqui estou por completo,
corpo & alma. Pois se apenas de mim
advirá algo do divino, estendo as mãos.

Minha condição efêmera haverá de bastar,
humano, demasiado humano
& tão somente isso.
Lusca Luiz
Enviado por Lusca Luiz em 12/01/2019
Reeditado em 31/05/2019
Código do texto: T6548983
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lusca Luiz
Guararema - São Paulo - Brasil, 28 anos
81 textos (2030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/19 20:14)
Lusca Luiz