Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho

Sozinho eu sou
E sozinho eu estava
No exato momento
Em que todas as terríveis faces da realidade
Puseram-se a minha frente
Como faces das cartas de um baralho
Que eu não tinha com quem jogar

Com elas nas mãos
Corri até a beira do abismo
Mas não me atirei

Atirei sim a elas
Uma a uma, com satisfação
O dois de paus da minha inércia
A dama de copas da minha paixão
O rei de espadas das minha aflição
O ás de ouros da minha utopia
Todas, bem devagar

E cada uma delas traçou seu voo perfeito
Aerodinamicamente harmônico
E sumiram no fundo infinito daquele abismo

E aquele momento era suavemente poético
E a angústia perdeu lugar para o sonho
E eu sonhei

Sonhei com tudo o que há de bom
E com o que há de melhor
E com o que há de melhor ainda também
Com os carinhos dela eu sonhei

E dentro da minha casa empoeirada
Diante das pia de louças para lavar
O meu sonho esteve comigo
E era meu e de mais ninguém
Ou eu já era dele
Já que me pôs no seu colo e me acalentou

E então pensei em todos que estariam sós como eu, naquele momento
E em pensamento convidei a todos a atirar seus baralhos com alegria
E não me senti mais só
E senti felicidade sem fim

Após os momentos de êxtase
Passada  a euforia
Resignado, alertei-os
Cuidado! Pois cartas do baralho da realidade, jogadas ao vento
Podem de repente virar boomerangs
E acertando em cheio, no peito
Fazem doer.
Rogério Santos
Enviado por Rogério Santos em 13/11/2019
Código do texto: T6794136
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria de Rogério Santos - rdeodoro@usp.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rogério Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 49 anos
8 textos (69 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 19:38)
Rogério Santos