Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


VESTÍGIOS DA SOLIDÃO 

Aqui presente estou,
Dependurado sobre essa solidão 
Engajando o forte pensamento,

De momentos difíceis, momentos de tensão. 

Sobre o mar de águas cristalinas,
Extraviado nesse curso solitário 
Onde toda felicidade encontra-se
Presa dentro desse relicário.

O que fica dessa solidão?
Contemplo as estrelas para achar vestígios.
Vejo apenas caminhos de felicidade
Que estão sempre em litígios.

O sol não sai; não se põe 
É rotineira a tristeza e a escuridão

Como posso agir para acabar
Com toda essa solidão.

Sempre existe luz,
O caminho é traçado continuamente 
E a escuridão precisa se retirar
Nem que seja temporariamente.

O sol, enfim raiou,
A felicidade pedia passagem
A solidão então se foi
Eu fiquei no fundo, ela ficou na margem.

 
Francisco Weiler de Jesus – 12 anos
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 08/07/2019
Código do texto: T6691373
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1975 textos (107475 leituras)
6 e-livros (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 15:51)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor