Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIM DE INVERNO

o poeta ea solidão
 
A NEVE CAI EM UM FIM DE INVERNO VEJO AS ARVORES SE ALEGRAR COM AS FOLHAS QUE NASCEM O PEQUENO LAGO VOLTOU A TER CORRENTE OS PEIXES TÍMIDOS VEM A TONA PARA RESPIRAR DA PARA VER A GRAMA QUEIMADA COM O GELO QUE VAI EMBORA COM TEIMOSIA SE FAZ UM NOVO COMEÇO OU RECOMEÇO É BOM SENTIR QUE A TEMPO PARA TUDO VEJO O RAIO DO SOL QUERENDO ENTRAR PELA MINHA JANELA E ILUMINAR CANTOS ESCUROS DE UM INVERNO ONDE PASSEI UM POUCO DE MINHA VIDA PERTO DA LAREIRA TENTANDO AQUECER O FRIO DE MINHA SOLIDÃO . O POETA EA SOLIDÃO

opoetaeasolidao
Enviado por opoetaeasolidao em 08/04/2019
Código do texto: T6618504
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
opoetaeasolidao
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil, 55 anos
6 textos (64 leituras)
7 áudios (135 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 03:11)
opoetaeasolidao