Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HÁ...MEU AMOR!

(só rindo)

Há...meu amor!
porque eu fui
acreditar em você?
se todo esse tempo
só me fez sofrer!

Há...meu amor!
quantas vezes
me peguei chorando
sem entender porque
sofrer se estava amando.

Há...meu amor!
noites e noites
bebendo para esquecer
o que tanto lutei
e apanhei para vencer.

Há...meu amor!
tantos sonhos
me fizeram acreditar
que você me faria feliz,
tantas mentiras.

Há...meu amor!
A...inda dói aqui dentro
M...ais vou superar a dor
O...lho para trás um dia
R...indo do acontecimento.

____Nillo Sérgio
@poetadobalcao

UMA PROPOSTA

Quero te fazer uma proposta
Daquelas bem indecentes,
Te convido a vir comigo
Viajar num doce delírio.

Vou entrar contigo no banho
E deslizar meu corpo no teu.
Esfregar meu seios em você
Te fazer jurar que és só meu.

Vai implorar que eu não pare
Fechar os olhos e sentir.
O beijo molhado
E gemer de desejo,
Como se eu estivesse ai do teu lado.

Quero que continue sem mim
Me sentindo mesmo assim.
Que goze bem gostoso
E chore pensando em mim.

(autora) Flor de Cactos



poetadobalcao
Enviado por poetadobalcao em 19/10/2019
Reeditado em 31/10/2019
Código do texto: T6773679
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poetadobalcao
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
1787 textos (18933 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 01:13)
poetadobalcao