Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


CETICISMO.
-*-*
Digo que acredito, um recado, que forma posso proporcionar, no instante que me proporciono paz, não na forma que o transeunte quer, e amo mais o meu espaço, além do ano, além do ser, adoro períodos que me distanciei.
-*-*
No nada que eu queria, quando conversava em nada, e a noite não via tanto iniciar como terminar só quando, o acordar do desacordar me chama a realidade, onde a responsabilidade toma forma de ter o que fazer.
-*-
Pena que esse tempo de ceticismo lendo acabou, e a cada segundo tens que fazer, e jamais parar. O caminho agora é voltar chorar a estrada que assim ficou, viu meus passos, mas eu não a vi estrada minha.
-*-**
As mudanças não estão no meio, e sim dento do que se acreditava, e eternidade a seguir, um expediente a se completar, porém tem que nele concluir, fluir, incerto talvez, mas por ele deslizar.
*-*

Fui mas não soube ficar, voltei e nem sei se posso  aqui permanecer..
 
elio candido de oliveira
Enviado por elio candido de oliveira em 09/10/2019
Código do texto: T6765529
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
elio candido de oliveira
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4708 textos (169736 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 13:03)

Site do Escritor