Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Joana

Joana, penso em teu olhar
em meio aquele ódio sujo
que ardia com as chamas
mórbidas da ignorância.

A mentira vestida de justiça
te condenou à morte por simplesmente viver.

Enquanto a verdade despida em seu olhar
era deturpada, apunhalada pelas costas.

Provou do perigo que é viver
de verdades em um mundo hipócrita,
onde muitos se embebedam de ilusões
e apagam a cura desse veneno em suas fantasias.

E pensar que existiram, existem e existirão
tantas joanas me faz refletir
sobre a lucidez da humanidade.
Pequeno moço
Enviado por Pequeno moço em 04/12/2020
Código do texto: T7127517
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Pequeno moço
Sobral - Ceará - Brasil, 21 anos
412 textos (6676 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 20:32)