Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O canto do menino

O menino canta de galo
Canta e não desafina não
Canta de dia e canta de noite
Mesmo faltando o pão.

O menino canta de galo
Nas ruas para uma multidão
Canta por umas moedas
Mas não pede esmolas não,

O menino canta de galo
No terreiro do teu sertão
Canta alto e afinado
Espantando assombração.

O menino canta de galo
Por de trás da plantação
Colhendo arroz e trigo
O fubá e o feijão.

O menino canta de galo
Nas festas do teu sertão
Elogiando e festejando
O amor e a paixão.

O menino canta de galo
Para acabar a corrupção
Canta alto e afinado
Para a melhoria da nação.
 
Ronaldo Leite Poeta
Enviado por Ronaldo Leite Poeta em 09/10/2019
Código do texto: T6765336
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ronaldo Leite Poeta
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
35 textos (479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 17:31)
Ronaldo Leite Poeta