Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vasos, Flores e Vernissage

Vasos de flores,
Singelos presentes,
Alentam amores.

Vasos sanguíneos,
Em vias arteriais, avenidas, confluências.
Pulsam e impulsionam à rota da vida.

Vasos sanitários,
Exalando o sublime.

Cheiro humano,
Em odores.

Diga-me quais proteínas ingere,
Que direi o tipo de Rei,
És.

Se não for bastante,
E sobre qual trono adornado com ouro,
sentas!

Pois, pelo vaso,
Imagina-se a marca e o modelo do cachimbo inglês,
Fumado pelo Lord.

Libere já,
Saia da plataforma,
Henry Ford.

A locomotiva da saudade,
Pedindo passagem,
Chegou em silêncio para a Vernissage,
Sob tempestade.
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 26/09/2019
Reeditado em 26/09/2019
Código do texto: T6754088
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2832 textos (65058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 00:52)
Mutável Gambiarreiro