Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orvalhando.

Pousa mariposa que repousa no braço
Onde dorme a mãe da todas naturezas
Aioria ventania sussurra, ao sol aioro, acorda-se dia
Vejo em tudo,o mundo que deus cria
A seguir-te é regrada e eclodir-te a flor
O dia, o amor, o desejo impõe ao senhor
Orvalho belo que se escorre
Pinga a água pinta o incolor
Pelos seios esverdeados
Grama que te acolhe
Céu que  te despeja
De sua glândula lagrimal
Figura belíssima o representar
Enchovalha essa flor
Depois encharca nosso amor
Cai da imensidão a gota
Que se esparrama nessa terra
Vira o leito sonhador
De uma criança  das nuvens caida
Refrata-se o espelho
Essa partícula
Limpinha.
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 15/12/2009
Código do texto: T1979559

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4880 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 03:07)
Á alma é barata