Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fuga do Colibri

De: José Borges/

Não sou feito de arrependimentos
Mas não tenho orgulho de dizer que
Quando criança caçava e engaiolava
Passarinhos

Quanto mais colorido e bonito seu ....
Canto mais eu admirava em mante lós
Engaiolados.

Acreditava que aos meus cuidados
Eles estariam bem alimentados e
Protegidos

Estava limpando as gaiolas, trocando.
A agua, colocando alimento nos coxinhos.
Quando ao abrir a porta.

O colibri verde de rara beleza bateu
Asas e voou por entre minhas mãos...
Em busca de liberdade.

 A principio fiquei decepcionado,
Pois ele abandonou seu ninho e meus
Carinhos sem olhar para traz.

Demorou mais graças a Deus minha
Ficha caiu e com a fuga do colibri ....
Entendi que ninguém nasceu para ser
Preso.

Autoria: José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
06/09/2019
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 06/09/2019
Código do texto: T6738768
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1902 textos (30708 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/01/20 04:12)
Poetahdasletras