Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Rosa Branca

 
Ei-la, assim suave a rosa branca...
De uma serenidade tão franca!
No meio do orquidário, desponta,
 única e bela—mais que qualquer flor—
com suas pétalas em branda cor,
entres espinhos e folhas está pronta.
 
Pronta para ser colhida ou admirada.
Ou apenas por versos ser tocada...
Não sabe, porém, a rosa branca: sua vida
será tão efêmera quanto o dia.
Mas se eternizará na mi’a poesia
quando por terra estiver caída...
 
Ah! Rosa! Quisera ter tua brandura!
Ás vezes a mi’a alma é tão escura!
Mas ver-te assim branca e serena,
meditando nesse silêncio tão puro,
ah, rosa branca, eu lhe juro, juro:
faz-me-a grande, a alma pequena...


( Imagem: rosas brancas do quintal de minha amiga Sueli Calazans dona do AP onde morei e onde conheci a paz/ O poema eu fiz especialmente para essas lindas rosas enviadas por ela para mim anteontem)

 
 

 
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 06/12/2016
Reeditado em 06/12/2016
Código do texto: T5845284
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1252 textos (52203 leituras)
13 áudios (611 audições)
2 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 12:19)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor