Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mãos e face

Quando morrer, quero estar mão na face,
Com as mãos assim, como flagro findando domingo,
Como quando choro, reflexiva,
Refletindo as mazelas dos entes,
Em verdade, ferida.
E no retrato que pretendo esboçar,
Estão lá as mãos na face,
Refletindo os desgostos das gentes,
Pensando no quê de gente, ainda posso ter em mim.
Quando morrer, isto seja exato,
As mãos no rosto, e por mais que roto,
Aqui não há alma boa que não leve à face, suas mãos.
Carolina Svinna
Enviado por Carolina Svinna em 04/11/2019
Código do texto: T6786883
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Carolina Svinna
Jandira - São Paulo - Brasil, 24 anos
26 textos (495 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 15:53)
Carolina Svinna