Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA É A MORTE


Geralmente ela vem devagar
Galgando um corpo cansado
Procura não se entregar
Quer pegar o cara ocupado

Ela às vezes tem pressa
Pega o cabra desprevenido
Ele, coitado, nem se confessa
Do mundo está sendo banido

Pode ser homem, mulher, menino
Ela não tem predileção
Antes já escolheu pelo tino
Já que é uma assombração

Seu nome todo mundo conhece
Quer queira, quer não
Só a conhece quem falece

Ela não depende de sorte
No dia certo pega todos nós
Quer saber? Ela é a morte
Moacir Rodrigues
Enviado por Moacir Rodrigues em 03/10/2019
Código do texto: T6760384
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Moacir Rodrigues
Recife - Pernambuco - Brasil, 70 anos
1862 textos (35554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 05:29)
Moacir Rodrigues