Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quiçá as flores serem fracas

Uma ou duas flores que se compõe um jardim?
As flores antes de morrer choram pétalas
Ela perde todo o vigor de sua cor, sei o quando...
Eu também sei o onde, sei o quanto e sei o ser

Flores para amar e destruir, para o mal e para o bem
Os loucos sem razão as pisoteiam por não entender
O que não é louco, os “normais” arrancam para perder
O máximo do pacato em suas janelas que uma vez os cegaram

Chorar e sangrar agora não tem nenhuma diferença mais
Vento que trás o último perfume de um presente esquecível
Sobrou um corpo por curiosidade para ver um jardim escasso de um sonho
Mas minha querida flor! Não deixe ninguém blasfemar questionando
O porquê as montanhas ajoelham na sua presença em uma única ordem

Suntuosidades nas cestas e nos embrulhos de um presente morto
Cores escuras em tons diferentes, queira saber o diálogo das flores
Elas diziam que não foi sempre assim, questionavam de agora ser assim
E também falavam e relembravam do único dia que foram lindas e não choravam pétalas
Gritavam as suas dores que sentiam no caule, e gritavam por amputarem as suas folhas
E por último, sussurravam entre si, de que o humano mais cruel, faz isso por amor

Johnnylimpodi
Johnny Gonçalves
Enviado por Johnny Gonçalves em 16/07/2019
Reeditado em 17/07/2019
Código do texto: T6697642
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Johnny Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil, 22 anos
10 textos (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/19 05:56)
Johnny Gonçalves