Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Douto enigma

Epidermes ao relento
dos colos imbecis.
Festins digeridos,
complexos perseguidos
e o divã.
Divagar,
devagar,
vago esgar.
Prenúncios sexuais em carnes brancas
e magras costelas.
Línguas e dentes de metal
arranham,
ferem a face.
Ancas sobressalentes,
seio desbragado
e o trabalho completo.
Relaxar e explorar dunas,
cavernosas sapiências.
Um enigma sem véu
absorve fluidos,
novíssimas cenas,
privilégios ainda
existentes.
Perjúrio, caos ordenado,
estômago vazio.
Vasos explodindo,
Rosebud,
técnica arcaica.
O êxtase sem cor.
Buraco negro,
estrelas consumidas.
Caminhos das pedras (eras).
Zona semimorta.
Vestes no ar pululam
e fronha revolta,
cabelos.
Gleidson Riff
Enviado por Gleidson Riff em 17/03/2020
Reeditado em 17/03/2020
Código do texto: T6889913
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Gleidson Riff
Ribeirão Vermelho - Minas Gerais - Brasil
225 textos (2852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 15:05)
Gleidson Riff