Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LOUCURA

SORRIA... POESIA MALUCA!

Peremptoriamente expropriado e esbulhado!
Sobejamente inescrupuloso e vicejante!
No porvir da vida emergente,
O vocábulo vernacular é censurado!

Nos intrincados azimutes,
Misturam-se as direções...
Espaventado e afoito,
Os versos estão desprovidos de sensações...

Todavia, olvidados à compreensão,
Na rotação da razão,
Sempre se encaixam no porão,
Que, da poesia roda sem direção!

Vocábulos vociferantes e intuitivos,
Bradam nos tabernáculos da consciência!
Sinais perceptíveis e auditivos,
Que, propagam, a quatro ventos, a maledicência...

Autofagia erosiva que grassa,
De suas enzimas hidrolizantes...
Envenenam e destroem toda a graça,
Das poesias mirabolantes!

Não obstante que assim seja,
Esta poesia maluca e sem nexo,
Para quem quiser... Que, veja...
É tão prazerosa como sexo!

Se você, ao lê-la, sorriu...
Você entendeu e não me traiu!
A minha lisonja com certeza não caiu!
Na mesma ponte que eu e você... (rs)

alfredoliterario
Enviado por alfredoliterario em 11/01/2019
Código do texto: T6548375
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alfredoliterario
Lorena - São Paulo - Brasil, 73 anos
655 textos (7236 leituras)
4 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/06/19 02:56)
alfredoliterario