Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nas raizes do ceu e do inferno. Roots hell

(Quando a noite chega)

Esta escuridão
Apagou meus olhos
Colocam-me a ouvir o clarão
Que me alucina esta noite
Um nublado silêncio
Coberto em ar rarefeito
Mudando os desejos aos toques do inferno
Dando injetadas desnorteantes
Nas razões da minha alma

No brado da sonoridade
Fincado pela superfície do abismo
Onde se esvaziou esta noite,
Concebe-se ao ar o seu aroma
Transformando iluzões
Nas infernais vizões do pesadelo

Onde depois do entardecer
Faz descancar o sol aioro
Queimando e penetrando
Na terra bem lá no fim do horizonte
E sempre indagando-me a viajar,
Pelas estrelas, que vem chegando e aconchegando-se
Nas encostas do ceu noturno da escuridão
Bem pertinhas umas das outras
Fazendo um magico efeito profundo
No imenso arco azul do espaco
Do silêncio e de meus pensamentos

Por onde viajam ao infinito
Envolvendo-se
Na palma da minha mão,
E que sempre me dão
Um horizonte desnumbrante
Aonde sonhar
Nas raizes do céu e do inferno.
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 13/01/2010
Código do texto: T2026590

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/02/20 22:07)
Á alma é barata