Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foi uma miragem

Afogo-me no mar
Que eu mesma criei
E, numa miragem,
Vejo-te afogar também
E então não te vejo mais

Respiro, respiro
E mergulho
Afundo à sua procura
Ou do que resta de você
No breu do fundo, das profundezas
Do mar

Amar
Quem não está lá

Você nunca se afogou
Nunca nadou sequer
Continua na sua tranquila
Ilha da Segurança
De tempo bom, onde eu costumava brincar

Quem diria?
Logo eu, que não quis ir à praia
Banhei-me em água tão linda
Que virou o mar
O mar que criei
E no qual me afoguei
Sem nunca ter te visto mergulhar.

Suelen Gil
Enviado por Suelen Gil em 15/07/2019
Código do texto: T6696823
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Suelen Gil
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 23 anos
12 textos (205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/19 08:05)