Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema do silêncio

Se teu sine qua non é o que dá o tom
Do que a gente tem
Se só tua régua é capaz de dizer o quanto mede
Ou só tua balança pode dizer o quanto pesa
Quem sou eu nesse jogo de arremessos e promessas?
O silêncio se instaurou tal qual tua norma imune à crítica
Eu, íntima,
Imóvel...
Digo o resto do poema
De boca fechada
Roberta Bello
Enviado por Roberta Bello em 03/02/2021
Código do texto: T7175413
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Roberta Bello
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
381 textos (10984 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/05/21 20:55)
Roberta Bello