Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Derivação Inescrutável

Uma opção na contramão de um vão apaixonado
Tão apaixonado, igualado a um velho palhaço
Que não cansa de ser o que lhe disseram ser
Que não faz jus a fama que te chama à mercê

Confuso com o fato, se lança ao largo
Das ideias contraditórias, repulsas e exóticas
Conspiratórias por um lado, retrógradas por outro
Por que se éramos como o mais puro ouro?

Moedas idênticas, sentimentos iguais?
Nem tão gêmeos, mas de igual valor
Duas pérolas rasas que não deixaram nascer o amor
Dois rubis cansados de serem desiguais

O que vale mais? O que te encanta mais?
O que te fez deixar, a chuva inundar,
O cravo que queria a rosa mais ovacionada?
O pólen acabou? O cheiro desencantou?

Apenas se sabe que os que eram admiráveis
Deixaram de ser uma dupla amável,
Para se tornarem dois seres implacáveis,
Determinados a sonhar

O conjunto talvez não funcione,
Aglutinação não foi tão bom;
Quem sabe uma justaposição,
Separados pelo hífen,
Com uma grande abreviação.
Matheus Leite
Enviado por Matheus Leite em 29/11/2019
Reeditado em 04/12/2019
Código do texto: T6807046
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Matheus Leite
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil, 18 anos
8 textos (317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/20 23:51)