Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fragmentado (pt.1)

Eu te peço perdão por errar nos meus atos,
Não sou uma criatura perfeita,
Nem eu mesmo me conheço ainda
Posso as vezes ser uma aberração malfeita
Ou o sonho de alguém que sonha com o amor.

Meu senso bipolar pode me transformar
Até não ser eu quando diante de ti
Posso dizer que eu te amo, ou não
Ou tentar te matar de amor
e em todas as tentativas, falhar.

Posso te dar alguns buquês de flores
Ou não te dar nem um abraço
Ou mesmo tentar te beijar na bochecha
E não deixares que eu faça isso
E instantaneamente, mudar de senso.

Podes me perguntar o porquê disso
E eu não conseguir te responder
Ou após um eu te amo seu
Dizer além do que me pediu
E te falar léguas trancadas na língua.
Samuel Oliveira da Costa
Enviado por Samuel Oliveira da Costa em 18/09/2019
Código do texto: T6747610
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Samuel Oliveira da Costa
Feira de Santana - Bahia - Brasil
108 textos (1913 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/19 19:29)
Samuel Oliveira da Costa