Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO O AMOR ENVELHECE

quando o amor envelhece
da  primavera se esquece
e o verão não mais aquece;

quando o amor envelhece
não se faz mais a mesma prece
a fé, com o tempo, perece;

quando o amor envelhece
acaba o bom-dia na cama
acabam-se beijos, apaga-se a chama;

quando o amor envelhece
as distâncias não são mais sentidas
e as datas, simplesmente esquecidas;

quando o amor envelhece
não tem mais show, baile e diversão,
tudo vira televisão, novela e televisão;

quando o amor envelhece
casais passeiam separados
e o amor pelos filhos é redobrado;

quando o amor envelhece
findam-se os beijinhos das curtas despedidas
e as chegadas não são nem percebidas;

quando o amor envelhece
não se sente mais a ausência
perde-se a calma, perde-se a paciência;

quando o amor envelhece
cada um vai para o seu lado,
sozinho ou acompanhado;

quando o amor envelhece
os elogios são negados
e os defeitos, sempre relembrados;

quando o amor envelhece
envelhece em qualquer idade
porque foi-se o prazo de validade;

cuidado:
quando o amor envelhece
um novo amor aparece
pois amores não morrem,
são como flores
que mudam de vasos!
Jonas De Antino
Enviado por Jonas De Antino em 22/01/2015
Código do texto: T5110691
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Jonas De Antino
Cajati - São Paulo - Brasil, 54 anos
692 textos (10943 leituras)
5 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:35)
Jonas De Antino