Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Busca

Ahh como querem saber de que modo vivo
E como garimpo a vida nessas estradas forasteiras
Ahh como desejam meu pranto e desassosego
Como anseiam por minha pedra na chuva

Como anseiam beber minhas lagrimas
Ahh o que mais as fariam felizes
A não ser minha desgraça
O que mais poderiam faze-las felizes

De minhas emoçoes tenho me fartado
Dias  vividos
Saltitante desejos e olhos desejaveis
Com as ancas levantadas e bem servidas para o amor

Minhas cumbucas estão cheinhas até a tampa
Esborro meu prazer no falo que me busca
Beijo a boca carrnuda e doce de quem bem me deseja
E minhas mãos moldam com delicadeza o corpo inquieto

Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Enviado por Esmeralda(Carrossel das ilusões) em 16/10/2020
Código do texto: T7088753
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Recife - Pernambuco - Brasil
772 textos (25026 leituras)
17 áudios (983 audições)
4 e-livros (556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 12:48)
Esmeralda(Carrossel das ilusões)