Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incógnito

Tu passaste maior parte do tempo abscôndito.
Máquina do mercado de trabalho.
Ou não serás tu mais um robô?
E no final do dia é quando largam-se as máscaras de sorriso e bom humor, dando lugar as lágrimas e rancor.
Ninguém percebe a tua dor, nem mesmo que estava prestes a morrer por dentro.
Caminhando sobre brasas e fogos, aguentando as queimaduras e fingindo não sentir aflição.

É tão incógnito.

Esperam de você força, coragem e determinação.

É tão implexo.

Esperam de você bom ânimo, alegria e perfeição.

E só é notável a fragilidade quando caído ao chão. Um corpo finito.

Poeira ao vento. Pó. Vapor. Vaidade.
FABÍOLA FERREIRA
Enviado por FABÍOLA FERREIRA em 17/10/2019
Código do texto: T6771720
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
FABÍOLA FERREIRA
Marizópolis - Paraíba - Brasil, 26 anos
108 textos (7758 leituras)
1 áudios (123 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 15:58)
FABÍOLA FERREIRA