Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CONVIVÊNCIA?

Na posse de nosso próprio corpo, podemos atribuir nossas tendências, experiências e sofrimentos presentes, à alma de pessoas que passaram por certas vidas singulares a si mesmas, como entidades que, inconscientemente representamos na nossa vida atual, nos fazendo experimentar o bem ou o mal, de acordo com a diferença de seus cometimentos e vazios vividos antes de nossa consciência de nós mesmos, experimentando a expiação e reparação de seus malfeitos através de nosso corpo e existência própria, nos impondo patologias, anomalias, deformidades, aberrações, fracassos, infelicidade e angústia inexplicáveis, que transcendem suas existências passadas e refletem em nosso direito ao progresso e a realização pessoal?

Como poderia se justificar tal investida à materialidade recém-nascida, alheia e inexperiente, a imputação invasiva e possessiva de entidades, em busca da luz da libertação dos pecados e o reconhecimento de méritos distintos de incorporações imateriais de existências anteriores retornando de dimensões inimagináveis para encarnar-se em infantes implumes de almas originais?

Se tal impropriedade fosse herdada, seria a Bondade eterna condescendente ao  ponto de conferir o prêmio meritório da graça a tal extemporâneo e intempestivo  intruso?





J Starkaiser
Enviado por J Starkaiser em 11/09/2019
Código do texto: T6742938
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J Starkaiser
Orlando - Florida - Estados Unidos
1168 textos (27294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 06:37)
J Starkaiser