Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

relatos EXISTENCIAIS

Procurei-me, mas não me encontrei.
Aonde estou?quem eu sou? e para onde vou?
Busco-me nesse elo perdido que é o amanhã.
Hoje eu nem queria existir, nego-me a persistir.

Hoje eu nem queria me ver, para não viver.
Hoje abusei minha voz e queria ser um tigre feroz.
Hoje eu nem queria existir, para não ter que ver o quanto a vida mudou.
Hoje eu queria ser o nada, o nunca, o jamais.
Procurei-me, mas não me encontrei.

Sou a inércia de hoje, de amanhã e de sempre.






Nidela Calcanhoto de Melo
Enviado por Nidela Calcanhoto de Melo em 29/08/2019
Reeditado em 29/08/2019
Código do texto: T6732055
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nidela Calcanhoto de Melo
Parnaíba - Piauí - Brasil, 23 anos
129 textos (1633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/11/19 19:26)
Nidela Calcanhoto de Melo