Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Hoje eu acordei foi meio Florbela Espanca, embora minha inspiração para escrever poesia ainda esteja passeando por ai e não está querendo voltar. Kkkk Mas tenho dois projetos poéticos e assim que minha inspiração se cansar de vagar sem destino e voltar para casa começo a escrever. Ô menina custosa, rebelde. Não entende ainda que não vivo sem ela. Não entende que ela é parte te mim e que sem ela fica um vazio tão doido
Mas sobre a Florbela Espanca, eu a adoro e também me identifico com ela pelo fato de sempre colocar em minha poesia, assim como ela,um forte teor emocional. Já me inspirei nela para escrever muitos poemas. O poema lá abaixo é um deles e faz parte de meu livro “ 101 Sonetos: de amor ou de paixão” que se encontra aqui nesses links para quem quiser espiar ou adquirir:

Aqui: https://www.amazon.com.br/Sonetos-S%C3%B4nia-F%C3%A1tima-Machado-Silva/dp/8591709500?keywords=101+sonetos+de+amor&qid=1531310307&sr=8-1-fkmr0&ref=sr_1_fkmr0_1

E aqui: https://clubedeautores.com.br/book/162487--11_SONETOS#.W0XlstVKjow

.Adoro o estilo de Florbela, onde ela coloca o sofrimento, a solidão, e o desencanto e o desejo de ser feliz. Adoro especialmente o poema “ Eu” que inclusive declamei ao final de um vídeo que produzi para meu TCC do curso de especialização em Mídias na Educação.
Aqui o link da parte do vídeo onde declamo seu poema “ eu” .
https://1drv.ms/v/s!ArQh_TssZiWcvHcaGH5ZmCWDa83f

Para a montagem dessa imagem acima com ela e eu, escolhi uma de suas frases maravilhosas: “ Sou bem diferente, sou, das outras mulheres todas. Eu quero antes os meus defeitos que as virtudes de todas as outras". Frase perfeita e acredito que é uma forma de a gente se aceitar, até os nossos defeitos. E falando sério eu gosto de meus defeitos. Sinto-me feliz com eles, inclusive o ser poetisa. Eu não seria eu sem eles. kkkk

Mais sobre Florbela Espanca nesse link : https://www.ebiografia.com/florbela_espanca/

E aqui nesse outro link para ler esse lindo poema dela “ Eu” . gente vejam que lindo. http://www.citador.pt/poemas/eu-florbela-de-alma-conceicao-espanca

Gente, vale a pena ver tudo isso. Maravilha. Aliás poesia é tudo de bom. Quem lê poesia ou escreve não precisa de ansiolíticos e isso quem disse foi um psicólogo que não me lembro o nome.

A finalmente aqui está meu poema que criei inspirado em um dos poemas de Florbela e faz parte dos 101 sonetos  de meu livro.

Eu te amei

Se perderam os versos que eu te fiz.
Calei-os na solidão de tua ausência;
os “lindos versos raros”2... doce anis,
que só de amor enchia tua existência.

Pois se o que minha boca ali prediz
era um amor infindo... não a dolência
contumaz do poemas cor de gris
a exaltarem a dor... reminiscências...

Se veludo foi, os versos, o que importa?
Pois são hoje “sedas pálidas a arder”
em algum escaninho... que fazer?

Já não me amas... Contudo me conforta
saber que eu te amei... e só isso me exorta
a lembrar-me dos versos... não esquecer.

 
Sonia de Fátima Machado Silva e Florbela Espanca
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 11/07/2018
Reeditado em 11/07/2018
Código do texto: T6387026
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1297 textos (55917 leituras)
13 áudios (653 audições)
2 e-livros (139 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 09:51)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor