Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A tela da nossa vida

A tela da nossa vida

Quantas vezes repeti e passei
A tela de toda a minha vida.
Os sonhos que sonhei desfilei
Nesta estrada larga e comprida.

Nas luzes da ribalta da ilusão,
Fiz desfiar os meus fracassos.
Recordações longas que lá vão
Com várias tristezas e abraços.

Luzes acesas em semi-escuridão,
Recordar passos da vida a valsar.
Abraços dados com certa lentidão,
Mas são sonhos dos abraços a dar.

Como sonho meu em cãmara lenta,
Vendo ao longe a figura bonita.
Sonhos de poeta que os enfrenta,
Neste compaço de valsa infinita.

A noite longa está a terminar,
Sonhos desfeitos por caprichos.
Mas a noite após noite a sonhar,
Figuras conhecidas em nichos.

Momentos alegres ou de tristeza,
Fazem o meu pobre coração pulsar.
No sonhar está a vida de certeza,
Mas que terminam logo ao acordar.

Agradeço a Deus poder recordar,
Nesta estrada da minha vida.
Inda que a morte chegue devagar,
Mas após a morte o ser não finda.

J. Rodrigues (Galeano) 25/04/2017






 








Galeano
Enviado por Galeano em 30/04/2017
Código do texto: T5985776
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Galeano
Portugal, 83 anos
664 textos (112025 leituras)
14 áudios (2011 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 00:12)
Galeano