Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ideologia de gênero à luz da fé...

http://www.nossasagradafamilia.com.br/conteudos/santos-de-agosto

 Jesus nos pergunta: O que adianta ganhar tudo e se esquecer que há algo mais além disso?
- Como você carrega sua cruz?
- Em que vida você aposta a sua? Nesta ou na outra?
- Você não corre o risco de trocar a vida eterna por coisas perecíveis desta vida?
- Você está ajuntando muitas obras boas para a vida eterna?


7755. Evangelho de 6ª-feira (07-08-2015) -

S. Sixto II e S. Caetano -

Dt 4, 32-40; Sl 76; Mt 16, 24-28 -

Jesus disse a seus discípulos: “Aquele que quiser seguir-me renuncie a si mesmo, carregue sua cruz e me siga. Pois quem quiser salvar sua vida vai perdê-la; mas quem perder a vida por causa de mim há de encontrá-la. Pois, que adianta ganhar o mundo inteiro e arruinar sua vida? E que se poderia dar em troca da vida? Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com seus anjos, e então retribuirá a cada um de acordo com suas obras. Na verdade vos digo: alguns dos que aqui se encontram não morrerão antes de terem visto o Filho do homem vir em seu Reino”.

Recadinho: - Jesus nos pergunta: O que adianta ganhar tudo e se esquecer que há algo mais além disso?
- Como você carrega sua cruz?
- Em que vida você aposta a sua? Nesta ou na outra?
- Você não corre o risco de trocar a
vida eterna por coisas perecíveis desta vida? - Você está ajuntando muitas obras boas para a vida eterna?

7756. O que é a ideologia de gênero? - A ideologia de gênero sustenta que a pessoa humana é sexualmente
indefinida e indefinível! Grande parte dos bispos do Brasil já se manifestaram destacando os riscos da
inclusão da ideologia de gênero nos planos estadual e municipal de educação. O texto afirma que é
necessário cautela sobre a questão de gênero no plano de educação, uma vez que “a ideologia de gênero
sustenta que a pessoa humana é sexualmente indefinida e indefinível”. “Como consequência da questão de
gênero, promove-se a desvalorização da família em favor da liberdade individual, desconsidera-se a
maternidade natural e o matrimônio, e desprezam-se os valores religiosos”, declararam em documento,
publicado no final de junho de 2015, os bispos do Rio Grande do Sul.

7757. Pessoa humana é sexualmente indefinida e indefinível? - “A ideologia de gênero sustenta que a pessoa
humana é sexualmente indefinida e indefinível. Elimina-se a ideia de que os seres humanos se dividem em
homem e mulher! Para além das evidências anatômicas, entendem que esta não é uma determinação fixa da
natureza, mas resultado de uma cultura ou de uma época. Para a ideologia de gênero o “natural” não é tido
como valor humano e é preciso superar até mesmo a distinção da natureza masculina e feminina das
pessoas. Com o intuito de superar discriminações, desconsideram-se as diferenças. Acusa-se que as
explicações naturais são formulações ideológicas para manter determinada posição social. Como
consequência da questão de gênero, promove-se a desvalorização da família em favor da liberdade
individual, desconsidera-se a maternidade natural e o matrimônio, e desprezam-se os valores religiosos”,
alertam os bispos do Rio Grande do Sul, em documento de final de junho de 2015.

7758. A eliminação da diferença é um problema, não uma solução! - Os bispos do Rio Grande do Sul, em
documento de final de junho de 2015, falando sobre a ideologia de gênero, citam o Papa Francisco, que
questiona: “Pergunto-me, por exemplo, se a chamada teoria de gênero não é expressão de uma frustração e
resignação, com a finalidade de cancelar a diferença sexual por não saber mais como lidar com ela. Neste
caso, corremos o risco de retroceder... A eliminação da diferença, com efeito, é um problema, não uma
solução. Para resolver seus problemas de relação, o homem e a mulher devem dialogar mais, escutando-se,
conhecendo-se e amando-se mais!” (Papa Francisco, 15/abril/2015).
7759. O ser humano nasce masculino ou feminino, nisso se expressa sua identidade! - “Como Igreja,
insistimos que a educação possibilite superar as desigualdades educacionais e as discriminações, criando
redes de proteção contra as exclusões. Entretanto, o respeito às minorias não pode impor a todo custo a
desconstrução de valores consagrados em âmbito familiar. Também não se pode desconsiderar aspectos
biológicos e psicológicos naturais. O ser humano nasce masculino ou feminino, nisso se expressa sua
identidade! A diferença homem e mulher não pode ser considerada um fato meramente social; é sobretudo
dado biológico, originário da própria natureza. A partir da perspectiva da fé judaico-cristã sabemos que
Deus criou o ser humano, homem e mulher (Gn 1, 27). A questão que se impõe é: Qual é o objetivo dos
que defendem tal ideologia? Que modelo de sociedade os orienta? O que se propõe como possível futuro
para a sociedade? A ideologia de gênero representa uma distorção completa ao conceito de homem e
mulher. Não é possível que esta ressignificação antropológica tenha um reconhecimento oficial. Tenha-se
presente ainda que o Plano Nacional de Educação não faz menção à adoção da promoção da identidade de
gênero como diretriz geral a ser adotada na educação nacional. Além do mais, não é dado aos Estados e
Municípios dispor em sentido contrário ao Plano Nacional de Educação”, é o alerta dos bispos do Rio
Grande do Sul, em documento de final de junho de 2015.
http://www.aparecidadasaguas.com/view/imagens/multimidias/2193.pdf
Enviado por J B Pereira em 07/08/2015
Código do texto: T5338614
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2299 textos (1287296 leituras)
14 e-livros (90 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 16:23)
J B Pereira