Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Salmo 130: Do Profundo abismo, clamo a ti, ó Deus, Oração Mariana: Lembrai-vos, ó Virgem Maria...

De Profundis, Salmo 130 (latim)

De profundis clamavi ad te, Domine;
Domine, exaudi vocem meam. Fiant aures tuæ intendentes
in vocem deprecationis meæ.
Si iniquitates observaveris, Domine, Domine, quis sustinebit?
Quia apud te propitiatio est; et propter legem tuam sustinui te, Domine.
Sustinuit anima mea in verbo ejus:
Speravit anima mea in Domino.
A custodia matutina usque ad noctem, speret Israël in Domino.
Quia apud Dominum misericordia, et copiosa apud eum redemptio.
Et ipse redimet Israël ex omnibus iniquitatibus ejus.

Das Profundezas, Salmo 130

Das profundezas clamo a ti, ó Senhor;
Ouve o meu grito! Que teus ouvidos estejam atentos
ao meu pedido por graça!
Se fazes conta de minhas iniquidades, Senhor, quem poderá se manter?
Mas contigo está o perdão, tenho esperado por ti, ó Senhor, por causa de teu nome.
Minha alma espera, confiando na tua palavra:
Minha alma tem esperança no Senhor,
De manhã até a noite; que Israel possa ter esperança no Senhor do alvorecer ao anoitecer.
Pois a misericórdia está na mão do Senhor, e nele se encontra redenção em abundância;
Ele vai resgatar Israel de todas suas iniquidades.
________________________

Título: Lembrai-vos, de São Bernardo

Lembrai-vos de São Bernardo
Lembrai-vos, ó piedosíssima Virgem Maria,
que jamais se ouviu dizer que algum daqueles
que têm recorrido à vossa proteção,
implorado vosso socorro
e invocado vosso auxílio, fosse por
vós desamparado.
Animado, pois, com igual confiança, a vós,
ó Virgem entre todas singular, como
minha Mãe recorro;
de vós me valho e gemendo sob o peso dos meus pecados,
me prosto a vossos pés.
Não desprezeis as minhas súplicas,
ó Mãe do Filho de Deus humano,
mas vos dignai de as ouvir propícia e
de me alcançar o que vos rogo.
Amém.
http://www.acheoracao.com.br/oracoes/1137.html
___________________________________________________________________
TELHADO DE VIDRO, autoria de J B Pereira, em "Antologia Poética, Prêmio Poesia Livre 2013":
TELHADO DE VIDRO na p. 164-5 em POESIA LIVRE: CONCURSO NACIONAL NOVOS POETAS - 2013, ANTOLOGIA POÉTICA, Vivara.

Poema aprovado em o Concurso Nacional Novos Poetas, Prêmio Poesia Livre 2013, entre 2.186 inscrições de todo o Brasil.

A Vivara Editora informa que recebeu da comissão julgadora, no dia 18 de janeiro, a lista protocolada dos 250 candidatos classificados no processo seletivo.

Parabéns. A sua poesia foi classificada e fará parte do livro, "Antologia Poética, Prêmio Poesia Livre 2013"

É um orgulho fazer parte desta grande comunidade literária de Novos Poetas.

Seu Editor,


Isaac Almeida

Vivara Editora Nacional < atendimento@concursonovospoetas.com.br

Vivara Editora.jpg
3.59 KB
_________________

Lista dos Classificados publicada em 20 de janeiro de 2013

ACESSAR LISTA DE CLASSIFICADOS E EDITAL

__________________

TELHADO DE VIDRO, de J B Pereira

 

Não jogues pedra, meu filho,
Pois podes precisar de teu vizinho
Nas horas avançadas da noite;
Mesmo se ele não for como tu
 E se ponto de vista acabrunhado
O irritar deveras e/ou por um instante.

Não tires pedra, minha filha,
Se tua colega se afastar de ti,
E comparar os vestidos e/ou
Alguma tecnologia se parecer
Melhor que a que dominas:
Hoje até as meninas brigam
Feio pelos meninos nem sempre
Aos nossos olhos, tão honestos
Ou dignos de amor... Mas, os acham
Tais e tais; isso a incomoda deveras.

Não lances a pedra de sua irritação
Diante da pregação de alguns pastores e padres,
Se não lhe pareçam tão profundas e santas;
Ninguém é santo e bom o suficiente,
senão o próprio Deus, cujo Filho penderam
à cruz, sinal de paradoxo e libertação.

Não emitas uma pedra ao telhado de vidro
Teu e de teu irmão e tua amiga e teus pais,
Teus educadores, se não for apenas para dizer
Que você se acha superior e atrair a atenção:
“Quem não tiver pecado atire a pedra, então...”

Das pedras, atiradas, poucas atingiram
O alvo: caíram ao chão como brasas – sinal de hipocrisia;
Covardia e egoísmo: Nem mesmo, uma só pedra
da parede permaneceu em pé..

Observe silente e cauteloso, filhos,
O alicerce está ocultado na terra,
Mas sustém o prédio e a casa que vemos:
Cultiva a paciência, deixe a Deus o julgamento,
Não és o dono da verdade e nem o juízo do mundo.
J B Pereira e Vivara Editora Nacional < atendimento@concursonovospoetas.com.br
Enviado por J B Pereira em 23/01/2013
Reeditado em 01/05/2013
Código do texto: T4101508
Classificação de conteúdo: seguro

___________________________
http://letras.mus.br/catolicas/de-profundis-salmo-130-latim/traducao.html
Enviado por J B Pereira em 09/06/2014
Código do texto: T4838039
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2461 textos (1482998 leituras)
19 e-livros (203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 06:45)
J B Pereira