Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAVILHÃO

Pavilhão.
Vejo!
Corro ao encontro do meu amado, libertador.
Meu consolo, meu tudo, que me aquece e libera o gelo da escuridão da alma.
Esquente, queime, derrame as dores empedrada do meu ser.
Venha ao meu encontro.
Tire-me desse corredor.
Desse pavilhão estreito, frio, escuro.
Meu abrasador SOL.
Puro, brilhante, ardente.
Penetre.
Infunda tudo.
Afunda a minha dor.
Sobrou a prova em cinzas para renascer como fênix e novamente percorrer o pavilhão e ir correndo ao encontro do Consolador.
Lux et Luz.
StellaMaris
Enviado por StellaMaris em 10/09/2019
Código do texto: T6741877
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
StellaMaris
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 55 anos
63 textos (1108 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 09:24)