Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pó da estrada

O pó da estrada

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.

Eu sou o muito,eu sou o pouco.

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.

Eu sou o escuro,eu sou a massa,eu sou a luz,a via láctea,sou um pouco de de pó jogado na estrada
Sou o sorriso de um lábio trêmulo,sou o calor de uma lagrima
Só um pouco de pó jogado na estrada
O tchau do adeus,o abraço do aconchego...

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.

O rabisco do grafite em uma dureza de diamante...
Eu sou a dor,eu sou o alívio...
Sou o ambíguo,um labirinto

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.


Eu sou o muito,eu sou o pouco.

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.

Eu sou o escuro,eu sou a massa,eu sou a luz,a via láctea,sou um pouco de de pó jogado na estrada
Sou o sorriso de um lábio trêmulo,sou o calor de uma lagrima
Só um pouco de pó jogado na estrada
O tchau do adeus,o abraço do aconchego...

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.

O rabisco do grafite em uma dureza de diamante...
Eu sou a dor,eu sou o alívio...
Sou o ambíguo,um labirinto

Eu sou o tudo,eu sou o nada,só um pouco de pó jogado na estrada.
Slater Rock
Enviado por Slater Rock em 07/11/2019
Código do texto: T6789675
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Slater Rock
Santa Luzia - Minas Gerais - Brasil
75 textos (842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/07/20 21:37)
Slater Rock