Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fora do lugar

O dia sempre bate cedo
na porta a nos cobrar.
Quem vive às custas do dinheiro
passa a vida inteira a trabalhar.
Tempo vem...
Tempo vai...
E eu mudo de lugar.
Acredito que um dia possa melhorar.

Ouço gritos nessas praças.
A justiça quer lugar.
Quem acredita faz da força
a arma pra chegar.
Burgueses e favelas.
Tudo fora de lugar.
Homens e mulleres.
Criança a chorar.

Eixos desengrenados.
Parafusos a espanar.
Tudo gira sem um centro
e fora do lugar.
Acredite se quiser,
mas é preciso enfrentar.
Cada um cultiva a terra
e colhe o que plantar.
LUCIANO AUGUSTO
Enviado por LUCIANO AUGUSTO em 20/07/2019
Código do texto: T6700563
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
LUCIANO AUGUSTO
Goiânia - Goiás - Brasil, 49 anos
230 textos (17761 leituras)
2 e-livros (1472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 02:00)
LUCIANO AUGUSTO