Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA ARTE NEGRA

 
Minha arte negra, demostra mostra
E o som do meu pandeiro, que empolga solta

Sambando com gingado, ecoa a zabumba
No triângulo arretado, com esplendor e muita lutar.
 
Minha arte negra, demostra mostra
E o som do meu pandeiro, que empolga solta.

Festa na roça lhe mostrar ao som do berimbau/ representando capoeira no terreiro ou no quintal.

Minha arte negra demostra mostra / E o som do meu pandeiro
Que empolga solta.

E a rainha dançando mostrando seu talento/ a noiva encantando puxando seu elenco.
Mais um ano de cultura nunca deixando acabar,
Festa na roça homenagear cultura afro, nesse arraia.

Minha arte negra demostra mostra / E o som do meu pandeiro
Que empolga solta.

Venha dançar no meu são João, com carisma e simplicidade.
Acende logo essa fogueira não importa á idade.

Roberto Almeida de Lima e Shara Soares
Enviado por Roberto Almeida de Lima em 25/05/2018
Reeditado em 25/05/2018
Código do texto: T6346588
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Almeida de Lima
Campos Sales - Ceará - Brasil, 23 anos
67 textos (1927 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/06/18 23:10)
Roberto Almeida de Lima