Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mil Meu, Com Mil Teu

Mil Meu, Com Mil Teu


A minha vida está cada vez mais louca,
São vinte bocas para eu alimentar.
Eu não suporto, não sei mais o que fazer,
Eu trabalho o ano todo pra vinte comer.
Pra vinte comer, que eu trabalho o ano inteiro,
Sou Brasileiro, sou mais um que se rendeu.
E é por isso que eu faço essa vaquinha,
Quem quiser entrar na minha.
Pode vir que esse sou eu...

Eu junto mil meu, com mil teu,
Com mil do Zé, com mil do João, com mil do Abreu.

Meu camarada preste muita atenção,
São vinte bocas não é brincadeira não.
Eu não suporto, não sei mais o que fazer,
Já vendi e fiquei sem roupa pra vinte comer.
Pra vinte comer que eu trabalho o ano inteiro,
Sou Brasileiro, sou mais um que se rendeu.
E é por isso que eu faço essa vaquinha,
Quem quiser ficar na minha.
Pode vir que esse sou eu...

Eu junto mil meu, com mil teu,
Com mil do Zé, com mil do João, com mil do Abreu.
NONO NG e ALUÍSIO NEGUINHO
Enviado por NONO NG em 07/08/2017
Código do texto: T6076255
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
NONO NG
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 45 anos
43 textos (1075 leituras)
48 áudios (1561 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 16:17)
NONO NG