Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paródia da Parábola do Filho Pródigo...

Quem dá ouvidos a pastor ou padre já conhece a história bíblica do pai, riquíssimo, com o filho pródigo que abandonou a casa e queria viver só de farras. E assim se fez, com o pai cedendo aos desejos do pirralho.

Que logo perdeu tudo, e, quando voltou para a casa paterna, tamanha foi a alegria do pai  que o recebeu com aquela festança, encabeçada pelo sacrifício do mais tenro cordeiro. Festa para não se esquecer - publicava o Ibrahim Sued da época.

Mas o filho, mimado daquela forma, não se corrigia nem em norma cria. Uma orgia. E que a cada mês se repetia.

Até que o cordeiro da vez - já predesignado - recaiu sobre um animal um pouco mais inteligente que, sabendo que sua vez chegaria, certa, tenebrosa,  como uma briga em putaria, não hesitou: pro mato foi que se mandou.

E o filho, novamente, triunfalmente, chegou. O Pai para recebê-lo condignamente ordenou os procedimentos costumeiros ao capataz.
Mas neca de se achar o cordeiro da vez. Havia azulado...

Ciente do fato, o Pai mandou legiões à sua procura. Que levou dias e dias. E quando o resgatou magro, sarnento, sardento e sargento, em uma gruta, tamanha mas tamanha mesmo foi a sua alegria que organizou a maior das maiores festas e, para purgar seus pecados, sobre o divino altar, o filho pródigo mandou sacrificar...
Paulo Miranda
Enviado por Paulo Miranda em 24/07/2015
Código do texto: T5322111
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo Miranda
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
28402 textos (529361 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 12:06)
Paulo Miranda