Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

São Jerônimo e o leão: A incrível história ... - "Jesus é o 'Leão da Tribo de Judá".

A incrível história de São Jerônimo e o leão
- "Jesus é o 'Leão da Tribo de Judá".

Oração a São Jerônimo

'Ó Deus, criador do universo, que vos revelastes aos homens através dos séculos elas Sagradas Escrituras, e levastes o vosso servo São Jerônimo a dedicar sua vida ao estudo e à meditação da Bíblia, dai-me a graça de compreender com clareza a vossa palavra quando leio a Bíblia. São Jerônimo, iluminai e esclarecei a todos os adeptos das seitas evangélicas para que eles compreendam as escrituras e se deem conta de que contradizem a religião católica e a própria Bíblia, porque eles se baseiam em princípios pagãos e supersticiosos. São Jerônimo, ajudai-nos a considerar os ensinamentos que nos vem da Bíblia, acima de qualquer outra doutrina, já que é a palavra e o ensinamento do próprio Deus. Fazei que todos os homens aceitem e sigam a orientação do vosso Pai expressa nas Sagradas escrituras. Amém. São Jerônimo, rogai por nós.'

__________________

O Leão de São Jerônimo ' - significado

Jesus é chamado de o 'Leão da Tribo de Judá'.

O segundo significado do Leão de São Jerônimo é que este animal simboliza o próprio Jesus Cristo, por causa de sua majestade, força e serenidade.

E isso tem tudo a ver com o trabalho de tradução das Sagradas Escrituras feito por São Jerônimo.
Com efeito, Jesus Cristo é a própria Palavra de Deus personificada.
Ele é o 'Verbo de Deus' como diz são João.
Ao traduzir a Palavra de Deus para uma linguagem popular, São Jerônimo tornou a pessoa de Jesus mais acessível ao povo.

_______________

SIGNIFICADO E SIMBOLISMO DE SÃO JERÔNIMO

São Jerônimo
VEJA TAMBÉM EM SÃO JERÔNIMO
 HISTÓRIA DE SÃO JERÔNIMO
 SIGNIFICADO E SIMBOLISMO DE SÃO JERÔNIMO
 MEDALHAS DE SÃO JERÔNIMO
 TERÇOS DE SÃO JERÔNIMO
 ANÉIS DE SÃO JERÔNIMO
 VER LISTA COMPLETA DE SANTOS E ÍCONES CATÓLICOS

___________________

Editor ChurchPOP - set 29, 2017

[Leia também: Santo Antonio e a mula adoradora  -  https://pt.churchpop.com/santo-antonio-e-mula-adoradora/    ]

_____________________

A incrível história de São Jerônimo e o leão

Domínio Público

https://pt.churchpop.com/incrivel-historia-de-sao-jeronimo-e-o-leao/

Uma tarde, no monastério em Jerusalém, São Jerônimo sentou-se com outros monges para ouvirem a lição do dia quando um gigantesco leão aproximou-se andando em três patas, com a quarta pata levantada. Imaginem o caos que se seguiu quando todos os monges correram, cada um para um lado.
Mas, São Jerônimo calmamente levantou-se e foi ao encontro do hóspede inesperado. Naturalmente o leão não podia falar, mas ofereceu a pata ferida ao bom padre. Jerônimo examinou-a, notou que havia alguns espinhos, e pediu ao monge menos medroso que trouxesse um balde com água para lavar a ferida do leão. Jerônimo retirou com cuidados os espinhos e aplicou uma pomada. O ferimento rapidamente sarou. O gentil cuidado amansou o leão que ia e vinha pacificamente onde estava São Jerônimo como se fosse um animal doméstico. Sobre este episódio, o santo  disse “Pensem sobre isto e vocês encontrarão várias respostas. Eu creio que não foi tanto para a cura de sua pata que Deus o enviou, pois Ele curaria a pata sem a nossa ajuda, mas enviou o leão para mostrar quanto Ele estava ansioso para prover o que necessitamos para o nosso bem.”

Os irmãos sugeriram que o leão poderia ser usado para proteger o jumento que carregava a lenha para o monastério. E assim foi por muito tempo. O leão guardava o jumento enquanto este ia e vinha. Um dia, entretanto, o leão estava muito cansado e dormiu enquanto o jumento pastava. Foi quando egípcios mercadores de óleo levaram o jumento.

O leão lá pelas tantas acordou e passou a procurar o jumento. Com incrível ansiedade procurou-o dia. No final do dia voltou e ficou no portão do monastério parado, consciente de sua culpa o leão não tinha mais o seu andar orgulhoso.

Os outros monges logo concluíram que o leão tinha na verdade comido o jumento, e  recusaram-se a alimentar o leão, enviando-o de volta para comer o resto da sua matança. Mas ainda havia uma certa dúvida se o leão havia ou não matado o jumento e assim Jerônimo mandou que eles procurassem pela carcaça do jumento. Não encontraram a carcaça, nem outro sinal de violência. Os monges levaram a notícia para São Jerônimo que disse “Eu fico triste pela perda do asno, mas não façam isto com o leão. Tratem dele como antes, dêem comida e ele fará o serviço do jumento. Façam com que ele traga em seu lombo algumas das peças de lenha.“ E assim aconteceu.

O leão regularmente fazia a sua tarefa, mas continuava a procurar o seu velho companheiro. Um dia, do alto de uma colina, viu na estrada homens montados em camelos e em um jumento. Ele então foi ao encontro deles. Ao se aproximar, reconheceu o amigo e começou a rugir. Os mercadores assustados correram como puderam, deixando o jumento, os camelos e sua carga para atrás.

O leão conduziu os animais para o mosteiro. Quando os monges viram aquela cena inusitada, um leão liderando um jumento e camelos, logo chamaram São Jerônimo. Ele abriu os portões e disse: “Tirem a carga dos camelos e do jumento, lavem suas patas e deem comida e esperem para ver o que Deus tinha em mente quando nos deu o leão”.

Suas instruções foram seguidas, o leão começou a rugir de novo e balançar o rabo alegremente. Os irmãos, com remorso da calúnia que haviam pensado do pobre leão, disseram uns aos outros “Irmão, confie na sua ovelha mesmo se por um tempo ela parecer um ganancioso rufião e Deus fará um milagre para curar o seu caráter“.

Neste meio tempo, Jerônimo sabendo o que viria disse: “Meus irmãos, preparem refrescos porque novos hóspedes estão chegando e deverão ser tratados dignamente”.

Assim se preparam para receber as visitas e em breve os mercadores estavam no portão. Foram bem-vindos, mas vendo os camelos, o jumento e o leão, prostraram-se aos pés de São Jerônimo e pediram perdão pelas suas falhas. Gentilmente Jerônimo disse “deem os refrescos a eles e deixem partir com os seu camelos e suas cargas”. Os mercadores ofereceram metade do óleo que carregavam e mais alguns alimentos para os monges.

O chefe dos mercadores estão disse “Nós daremos todo óleo que vocês precisarem durante o ano e nossos filhos e netos serão instruídos a seguirem esta ordem, e ainda nada de sua propriedade será jamais tocado por qualquer de nós“.

São Jerônimo aceitou a oferta e os mercadores partiram com sua benção, voltando alegres para o seu povo. São Jerônimo então disse “vejam, meus irmãos, o que Deus tinha em mente quando nos mandou o seu leão“!

[Leia também: Santo Antonio e a mula adoradora]

___________________

São Bento nasceu na Umbria, Itália, no ano de 480. Era de família nobre romana. Desde pequeno manifestou um gosto especial pela oração. Realizou os primeiros estudos na região de Nurcia, próximo à cidade de Spoleto. Depois foi morar em Roma para estudar filosofia.

A MEDALHA DE SÃO BENTO

Sabe-se que ela foi redescoberta em 1647, em Nattremberg, na Baviera...

https://cruzterrasanta.com.br/medalha-de-sao-bento/
https://pt.churchpop.com/incrivel-historia-de-sao-jeronimo-e-o-leao/
Enviado por J B Pereira em 24/11/2018
Reeditado em 25/11/2018
Código do texto: T6511059
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2269 textos (1186896 leituras)
14 e-livros (84 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 21:40)
J B Pereira