Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INDRISO - Ausência

 

INDRISO – AUSÊNCIA – 18.09.2010

 

Tudo era tão lindo quando você sentia a minha falta

Hoje nem sequer nota quando estou presente 

O tempo passou e se tornou ingrata

 

Foi embora o brio que no peito eu nutria

E a certeza de que seu amor sempre eu teria

Transformou-se em mero e doloroso pesadelo

 

Em troca o desengano, a tristeza e a vontade de partir, sem rumo...

Não à procura de um novo alguém, talvez de um túmulo.

 

Em construção.

Foto: Google.

ansilgus
Enviado por ansilgus em 18/09/2010
Código do texto: T2506175
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ansilgus
Recife - Pernambuco - Brasil
1655 textos (334039 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/19 16:51)
ansilgus