Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não matou a família e não foi para o cinema

Não era infame, mas tinha a pretensão de inocentá-la. Reservou um dinheiro no paraíso fiscal dos padroeiros empalhados do sul, mas não lembrava a senha. Será que era uma criança feliz, já que conseguiu não matar? Meiga, educada, sincera, branca e parecia comum com seu celular caro sujeito a morte pois se furou o pneu, coloca a vó Lourdes no estepe!
Já Lothar, vendedor de barômetros, disse que as crianças eram colocadas na cama mais cedo para fugir da mãe de má qualidade e desse experimento surgiu ouro puro. Mas só por num libreto: o Doutor Coppelius para o vendedor de produtos óticos que lhe despertara horror pela semelhança com os fantasmas da culpa? Sim.
LeFranKlin
Enviado por LeFranKlin em 16/08/2018
Reeditado em 19/11/2019
Código do texto: T6420971
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Sobre a autora
LeFranKlin
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
150 textos (1381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 22:44)
LeFranKlin