Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indeferimento do pedido do PCC

         Zeferim recebeu várias ligações do PCC pedindo dinheiro para liberar seus filhos. Apavorado, se virou como pode e safou do inconveniente. Passado certo tempo, novamente toca o celular e a mesma ladainha: "queremos mil reais para liberar sua esposa, que atende pelo nome de fulana de tal. Mãe de...; que residem no endereço à rua... deposite o valor na conta... que liberamos ela no endereço a seguir."
                          Contrário das vezes anteriores, o mulato não deu bola. Quieto estava, quieto ficou. Pressionando cada vez mais, as vozes estranhas acuavam o pobre senhor. Irritado com a insistência dos insolentes, atendou o telefone aos berros: "O negócio é seguinte meu rei, estou de saco cheio, sabe? O que vocês estão aprendendo, eu já esqueci. Não suporto mais sob pressão, fique você com ela e ainda leva a sogra de contrapeso. Falei? E o melhor: tudo na faixa, no Vasco da Gama, não precisa pagar nada".

- Indefiro o pedido de vocês.

                    E para se livrar de uma vez por todas das ligações do PCC, jogou o telefone no Rio Pinheiros e ouviu: glu, glu, glu. Chegou em casa e não havia viv´alma. Nem as panelas gemiam em cima do fogão.

     
Mutável Gambiarreiro
Enviado por Mutável Gambiarreiro em 18/07/2017
Reeditado em 18/07/2017
Código do texto: T6057614
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Mutável Gambiarreiro
Jegue é - Tovuz - Azerbaijão
2831 textos (65022 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 03:38)
Mutável Gambiarreiro