Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


DESENCANTO
MOTE
Desencantei-me das flores
Quando vi que tantos espinhos
Nos jardins espalhados
Sufocavam-lhes a beleza e as cores...
Eugênia Diana Silva de Camargo

GLOSA
Desencantei-me das flores
por encontrar-me desorientada
frente a alguns desamores
que me deixaram atarantada.
 
Durante minha caminhada,
Quando vi que tantos espinhos,
Deixar-me-iam machucada,
temi enfrentar muitos burburinhos.
 
Na vida, sonhos arrancados,
assim como pétalas e folhas
Nos jardins espalhados,
onde, às aves, eu dava migalhas.
 
Neste ir e vir, conheci um italiano
que me disse não lhe atrair tais fatores
pois, além de ativar-lhe dores do cotidiano,
Sufocavam-lhes a beleza e as cores...

 
Ilda Maria Costa Brasil
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 17/08/2019
Código do texto: T6722343
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1935 textos (105375 leituras)
6 e-livros (1100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 03:07)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor