Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


ENTRE UMA E OUTRA TRAVESSURA
 
MOTE
Nasce o Sol, e não dura mais que um dia,
Depois da Luz se segue a noite escura,
Em tristes sombras morre a formosura,
Em contínuas tristezas a alegria.
Gregório de Matos

 

GLOSA
Nasce o Sol, e não dura mais que um dia.
De ímpares amores florescem luzes.
Em minhas buscas, uso de ousadia.
Paciência é dote de bons aprendizes.
 
Flores campestres adornam caminhos.
Depois da Luz se segue a noite escura.
Perplexos, coibidos coraçõezinhos
suplicam que soterrem ideia obscura.
 
O Sol e a Lua, entre uma e outra travessura,
dão fim a obstáculos, mágoas e medos.
Em tristes sombras morre a formosura
e, ledos, surgem por trás dos rochedos.
 
Frente às muitas amarguras da vida,
ações despertam com sabedoria,
moderação e bastante precavida,
em contínuas tristezas a alegria.

 
Ilda Maria Costa Brasil
Enviado por Ilda Maria Costa Brasil em 20/04/2019
Código do texto: T6628081
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
1975 textos (107471 leituras)
6 e-livros (1138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 10:07)
Ilda Maria Costa Brasil

Site do Escritor